No Pantanal tem Petróleo ?



É mas no Cerrado pode ter.

 

Quando começamos a fazer o Curso de Geologia em 1980, assistimos a uma palestra referente a diversos assuntos relacionados a Geologia, mas o tema que mais exortou a plateia foi o intitulado  como uma pergunta. No pantanal tem Petróleo ?

O petróleo é encontrada em rochas porosas em condições sólido, semi – sólido, liquido e gasoso. Do ponto de vista químico qualquer petróleo é uma mistura extremamente complexa de compostos de hidrogênio (hidrogênio e carbono), com quantidades menores de nitrogênio, oxigênio e enxofre como impurezas.

Os depósitos comercias de petróleo bruto e gás natural são sempre encontrados em profundidade, onde eles aproximadamente ocorrem em espaços porosos, circundados por  uma película de agua no iterior das rochas sedimentares. Sendo mais leve do que a agua, o gas e o petróleo sobe e se concentram na parte mais alta do reservatório, a fim de evitar o escapamento, o contato superior da rocha porosa tem uma cobertura impermeável que deve ser côncavo. Tal “armadilhas” é chamada “trap” e a porção do “trap” que armazena a acumulação de petróleo ou gás são chamadas reservatório.

Qualquer rocha porosa pode ser um reservatório, porem a porosidade está mais presentes normalmente encontrados em rochas sedimentares, especialmente carbonatos e arenitos. Um “trap” é usualmente formado pela deformação de rochas que pode ser acompanhado por falhamentos, dobramentos tanto em um episódio ou em varias.

Aqui é que está a resposta da questão. Segundo o palestrante, essas rochas porosas, classificadas como Sedimentares por si só não são suficientes para definição de um campo produtor do petróleo se não tiver a espessura do pacote de sedimentos. Para formação de armadilhas com um sistema perfeito para o começo do processo de formação do petróleo até a sua migração para o reservatório onde geralmente são encontrados, são necessário um pacote não inferior a 700 metros de espessura.

Para a época a informação a respeito de espessura do pacote de sedimento no Pantanal, foi um ou dois poços que a PETROBRAS havia furado em Mato grosso do Sul e que segundo o Palestrante, a espessura do pacote de sedimento no Pantanal não atingiu 300 metros. Portanto insuficiente  para formação de armadilhas para geração e armazenamento do óleo.

Por outro lado, a região de cerrado que atinge uma vasta área do meio norte do Estado de Mato Grosso, é possível que seja encontrado o fabuloso ouro negro que é o petróleo; tanto é que a Agencia Nacional de Petróleo – ANP realizou, recentemente pesquisa sísmica em área abrangendo 50 municípios, para detectar a existência de petróleo. De acordo com a ANP, a região possui indícios, mas ainda não tem campos produtores.

Informação não oficial do prefeito do município de São José do Rio Claro, Natanael Casavechia festejou com a possibilidade da Petrobras ter encontrado óleo  em um furo realizado no município. Esta noticia tem como base a redação do repórter Wesley Santiago do Olhardireto do dia 17 de maio de 2016.


Geólogo Benedito José Campos

METAMAT, Em 15 de Julho 2018.